fbpx
Billey Preloader

Aprenda como usar o Google Analytics de uma vez por todas

Aprenda como usar o Google Analytics de uma vez por todas

aprenda-como-usar-o-google-analytics-de-uma-vez-por-todas.png

Você sabe como usar Google Analytics? Essa excelente e gratuita ferramenta disponibilizada pelo Google pode ser uma grande arma para que sua empresa consiga algo extremamente relevante em qualquer estratégia de marketing digital: métricas.

Isso porque o Google Analytics ajuda a medir praticamente todas as informações relativas ao fluxo de seu site ou blog — origem dos cliques, tempo de permanência, taxa de rejeição, acesso aos conteúdos etc. A análise desses dados é uma fonte fenomenal para verificar o funcionamento das estratégias e planejar ações que considerem as tendências do marketing

Tenha em mente que uma das maiores vantagens do marketing digital é justamente a possibilidade de mensurar os resultados em seus mais diversos níveis, observando o comportamento e reação do público em tempo virtualmente zero.

Confira a continuação de nosso artigo para aprender a usar o Google Analytics da melhor forma possível e obter métricas relevantes para seu negócio!

Entenda o Google Analytics

O Google Analytics é uma das diversas ferramentas gratuitas disponibilizadas pelo Google. Ele é utilizado para gerar, monitorar, analisar e processar dados referentes à forma como o usuário se comporta em sites, blogs e aplicativos.

Esses dados são muito relevantes para compreender se as ações empregadas estão dando resultado e o que pode ser feito para melhorar. O Google Analytics ajuda também a melhorar o ranqueamento das páginas, fornecendo informações relevantes para o processo. 

No entanto, é comum que muitos empreendedores não conheçam a ferramenta ou não entendam que ela pode ser usada em conjunto com diversas outras para ampliar o espectro de análise, como o Google Ads, Google Trends e Google Console.

Saiba quais métricas você procura

O Google Analytics trabalha com muitos indicadores que podem responder questões essenciais sobre seu site. Esse tipo de conhecimento é importante para traçar melhores estratégias de marketing digital e verificar o retorno que as atuais estão tendo.

Entre os dados possíveis, podemos listar os seguintes:  

  • capacidade de monitorar o perfil dos usuários logados que acessam seu site;
  • quais são as páginas mais visitadas;
  • tempo de permanência em cada uma;
  • taxa de conversões;
  • tipos de dispositivos utilizados;
  • localização dos visitantes por região e cidade;
  • canais de origem;
  • informações em tempo real como número de usuários online e comparativos com a concorrência.

Para uma boa análise, é preciso fazer um recorte e selecionar as métricas relevantes para a obtenção de dados precisos. Assim, é melhor saber quais são os indicadores corretos, analisando campos menores e, posteriormente, integrando os resultados. Isso evitará que você se perca no caminho.

Exclua acessos próprios

Um dos maiores problemas enfrentados pelos empreendedores ao tentar usar o Google Analytics é não saber configurar a exclusão de acessos próprios — o que acaba corrompendo os resultados.

Em empresas maiores, é muito comum que os computadores estejam configurados para ter como página inicial o site do negócio. Além disso, também é normal o acesso contínuo dos colaboradores e responsáveis pela manutenção. Tudo isso pode gerar dados errados caso essas entradas não forem excluídas.

O Google Analytics tem uma função específica para ignorar os acessos de um endereço de IP (uma espécie de identificação análoga ao CEP na internet) ou mesmo de dispositivos. Isso é importante para conseguir dados mais precisos. 

Interprete os dados

Tão importante quanto obter os dados é saber interpretá-los. Afinal de contas, não adianta ter uma planilha infindável de números se eles não forem convertidos em informações úteis. A interpretação das informações vai além da própria ferramenta, dependendo dos analistas e da equipe de marketing digital.

Tomemos como exemplo a taxa de rejeição. Segundo a definição dada pelo próprio Google Analytics, ela informa o percentual de sessões de uma única página, ou seja, as sessões nas quais a pessoa saiu do seu site na página de entrada sem ter interagido com ela. 

Uma alta taxa de rejeição faz com que o ranqueamento do site nas buscas caia. Isso pode ocorrer por diversos fatores: página mal escrita ou pouco atrativa, informações confusas, ausência de escaneabilidade dos textos, falta de Call to Actions (CTAs), entre outros.

Em outras palavras, o dado “taxa de rejeição” indica um problema. Sua interpretação depende de uma análise qualitativa a ser feita pelos analistas, a fim de compreender qual é a real motivação para a falta de interação e interesse do usuário e como o tráfego orgânico está sendo afetado.

Entender como usar Google Analytics pode fornecer insights extremamente importantes sobre os números do site ou blog, mas é necessário um olhar profissional e experiente para descobrir o que está dando certo e o que precisa ser reformulado.

Estabeleça novas estratégias

Após compreender a ferramenta, configurar os acessos, estabelecer as métricas úteis e interpretar os dados, é hora de usar tudo isso para definir, manter ou reformular as estratégias que estão sendo empregadas no marketing digital da empresa em um planejamento digital eficiente.

Uma alta taxa de rejeição no conteúdo pode dizer que aquele tipo de produção não interessa ao público-alvo ou que precisa ser melhor escrita. Já um site com taxas de carregamento lentas pode requerer otimização das imagens e dos textos para reduzir o tempo de download. A ausência de conversões costuma indicar que é hora de investir em CTAs melhores.

Para tanto, contar com uma agência de marketing especializada é uma excelente ideia, visto que o olhar treinado e profissional pode auxiliar tanto na identificação dos problemas quanto na criação de estratégias melhores.

Soma-se a isso o fato de que as estratégias de marketing digital, hoje, precisam também passar por outras mídias, além do site e blog, tais como as redes sociais e aplicativos. Dessa forma, é necessário analisar também as métricas geradas nessas plataformas para estruturar uma campanha completa e com maiores chances de sucesso.

Como foi possível perceber, é fundamental saber como usar Google Analytics para conseguir informações essenciais sobre o site ou blog da empresa, tanto na geração quanto na interpretação dos dados. Igualmente importante é saber o que fazer com eles. 

Para isso, você pode contar com excelentes profissionais, dispostos a fazer o melhor pelo seu negócio. Aproveite e entre em contato conosco!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceria