fbpx
Billey Preloader

Criação de conteúdo: o que é preciso para ranquear bem no Google?

Criação de conteúdo: o que é preciso para ranquear bem no Google?

blog criação de conteudo

Há alguns anos, quando pensávamos em blog, o que vinha a cabeça era: adolescentes criando páginas para falar de suas vidas. Atualmente, esse pré-conceito é cada vez mais raro. Muitos já conhecem os benefícios da criação de conteúdo, principalmente, para os blogs empresariais. No entanto, para colher os frutos é fundamental ranquear bem no Google.

Sabe aquela máxima de que quem não é visto, não é lembrado? Podemos ir mais longe. Na verdade, quem não é visto, não é ao menos reconhecido.

Quer saber como ficar bem posicionado no mecanismo de busca do Google, além de conferir algumas dicas do que deve ser evitado? Continue lendo!

O que levar em consideração para ranquear bem no Google

Palavras-chave

Para conseguir deixar seu site entre os primeiros colocados, você terá que levar em consideração diversos fatores de SEO. Um dos principais é o uso de palavras-chave.

As palavras-chave são necessárias para que os usuários te encontrem quando pesquisarem por determinado termo. Ou seja, antes de começar a produzir um texto, você deve pensar em como quer ser encontrado.

Vamos supor que seu negócio seja vender produtos de informática. Você definirá diversas palavras-chave relacionadas ao seu negócio e criará um artigo para cada uma delas. O ideal é que elas sejam de cauda longa, ou seja, mais específicas. Por exemplo: notebooks Samsung; assistência técnica para tablets; películas para smartphones.

Título

O título do texto tem bastante peso na hora do Google avaliar se o seu conteúdo é relevante ou não para o usuário. Portanto, sua palavra-chave deve constar lá.

O ideal é que o título não seja muito longo, senão ele aparecerá incompleto na página de exibição do Google. Para minimizar as chances de erro, insira a palavra-chave mais à esquerda. Dessa forma, há menos risco de ela ser cortada. Lembre-se também de que o título deve ser persuasivo o suficiente para que as pessoas cliquem nele.

Link building

O link building tem função dupla para melhorar o SEO do seu site: aumentar o tempo de navegação e transmitir autoridade às páginas.

Ao longo do conteúdo, portanto, é importante que você insira hyperlinks para outros artigos de maneira contextualizada. Se você está falando sobre computadores e citou a palavra “banda larga” no texto, caso tenha um artigo sobre esse assunto, introduza um hyperlink direcionando para ele.

Conseguir links de fora (backlinks) apontando para o seu site é outro fator de peso. Isso é possível ao firmar parcerias com outros sites, blogs e portais, ou então, produzindo conteúdos de altíssima qualidade, a ponto de serem compartilhados naturalmente.

O que deve ser evitado

Conteúdo plagiado

Copiar um conteúdo de outro site — integralmente ou parcialmente — e publicá-lo é extremamente desaconselhável. O Google consegue identificar o plágio e pode retirá-lo dos resultados de busca.

Excesso de palavras-chave

Inserir palavras-chave em excesso na esperança de conseguir boas posições é outra prática que deve ser descartada. Mesmo que o Google não consiga reconhecer essa tentativa de burlar o sistema, seu possível cliente terá uma péssima experiência ao ler seu texto.

Falta de objetivo

Seu site/blog precisa ser coerente com a área de atuação. Se você começar a publicar conteúdos desconexos, seu site perderá relevância no motor de busca. Portanto, é preciso focar no seu público-alvo e produzir artigos que não fujam da sua proposta.

Há diversos outros elementos importantes para ranquear bem no Google. Contudo, seguindo essas dicas, você estará na frente de muitos. Para que a sua estratégia ganhe mais força, é imprescindível contar com profissionais que conheçam as técnicas e ferramentas de SEO.

Este conteúdo foi útil para você? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade aqui do blog!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceria