Gamification Marketing: como vem sendo usada para a geração de negócios?

Se, em algum momento, você se deparou com marcas que têm uma espécie de joguinho, daqueles que os clientes recebem pontos ou vantagens por determinadas ações, saiba que isso é gamification marketing. Em bom português, é a “gamificação”, uma estratégia que virou tendência e que tem entregado resultados incríveis. Esses desafios auxiliam na jornada do consumidor e ainda são excelentes para engajar os usuários.

Por meio de premiações no decorrer do game, é mais fácil manter a sua audiência interessada. Isso porque, você deve saber, os nossos cérebros adoram receber recompensas pelos nossos feitos. Utilizando-se disso em conjunto com uma estratégia de marketing bem definida, os resultados começam a aparecer. Com esses estímulos na jornada de compras, a gamificação transforma a experiência do consumidor com a marca em algo mais atrativo.

O gamification marketing é uma maneira muito interessante de gerar mais negócios. Então, confira algumas dicas para desenvolver essa estratégia!

Faça pesquisas

Não é porque é um jogo que você criará algo totalmente fora do contexto da marca, certo? Para que o game tenha sucesso, conhecer profundamente seu público e saber seus gostos é essencial. Outro ponto de extrema importância é compreender como a gamificação funciona. Antes de desenhar uma estratégia, faça pesquisas sobre o assunto, aprenda detalhes desse mercado e veja o que está acontecendo.

Conheça marcas que adotaram o gamification marketing e que estão tendo sucesso, assim fica mais fácil analisar o que colocar no seu jogo ou não — mas sem esquecer da sua persona. Antes de lançar a versão definitiva, faça muitos testes e verifique se está tudo bem amarrado. Em outras palavras, veja as regras, desafios, prêmios e tudo o que envolve o jogo, para que ele esteja muito bem redondo e sem brechas ou falhas.

Crie uma história envolvente

O storytelling é uma técnica que vem crescendo bastante na produção de conteúdo, e na gamificação não seria diferente. Contar uma história ajuda a manter seu público engajado e entretém, já que desperta um lado mais humano dos usuários — aquele que gosta de ouvir e participar de uma boa história.

Mas, além disso, eles estarão imersos na história, o que aumenta as chances de ficarem envolvidos. No entanto, a narrativa deve fazer sentido com o game, com uma jornada do jogador que instigue a continuação. Assim, criar um enredo com conteúdos atrativos e que captem a atenção dos usuários é fundamental. O roteiro pode ser simples ou mais sofisticado, desde que siga os princípios da gamificação e dê bons resultados.

Ofereça incentivos

Dificilmente, uma pessoa se sentirá motivada em jogar um game que não entregará nenhum tipo de recompensa. Os incentivos são cruciais para manter o jogador engajado — podem ser emblemas ao finalizar as etapas ou outros prêmios. Tudo depende do tipo de jogo e do formato escolhido, mas uma coisa é certa: você deve estimular que os usuários participem e sigam fazendo os desafios, e a melhor maneira para fazer isso é com gratificações.

Esses benefícios podem estar presentes apenas no jogo, mas também é possível trazê-los para o mundo real. Ofereça as premiações por meio de:

  • descontos;
  • brindes;
  • amostras grátis;
  • recebimento de novidades em primeira mão.

Visando o recebimento das recompensas, é natural que os jogadores fiquem mais engajados e se esforcem para concluir as fases do jogo. Porém, é necessário fazer os desafios de acordo com o perfil do público, para não criar algo que poderá ter o efeito inverso, desmotivando e causando abandono.

Tenha resultados diferentes

Se todos as pessoas tiverem o mesmo resultado, será bem difícil continuar motivando os usuários a prosseguir, uma vez que eles saberão o que vai acontecer. Ter uma dinâmica variável é primordial para que o jogo continue interessante, proporcionando surpresas que levem à ações inesperadas. Esses elementos são muito bons para que o público participe mais.

Entregar resultados distintos para os jogadores também é um jeito de gerar mais engajamento, pois incentiva e não deixa que pareça uma experiência superficial. Essa diversificação chega, até mesmo, a unir as pessoas que participam, criando uma comunidade que se estabelece por meio da sua marca.

Estabeleça regras claras

Não basta apenas montar um jogo que tente guiar os usuários até determinado ponto. Para evitar qualquer tipo de problema, as tarefas devem ser claras, bem como as regras. Elas devem ser de fácil compreensão e criadas para serem bem definidas, sem deixar espaço para que sejam interpretadas de forma errônea. Esse é um passo que não pode deixar nada de fora, já que toda a estrutura do game é comprometida por causa de uma falha nesses quesitos.

Saiba que, quanto mais objetivas e diretas forem as regras, mais fácil será para que os jogadores permaneçam no jogo. Afinal, a gamificação tem a intenção de proporcionar diversão e criar uma ligação com seu público. Logo, separe os níveis, deixe o progresso entre as etapas bem visíveis e torne o processo mais simples por meio de regras e objetivos definidos, a fim de garantir a satisfação dos jogadores.

Mensure os resultados

Como toda estratégia que tem presença digital, a gamificação tem a grande vantagem de ser altamente mensurável. Assim como o jogador quer avaliar o seu próprio desempenho durante o jogo, você deve analisar os resultados proporcionados pela gamificação na sua empresa. Afinal, as métricas fazem parte de qualquer estratégia de marketing, pois somente por meio dos números é possível ver claramente o que está funcionando ou não.

Os indicadores mostram gargalos e pontos que precisam de ajustes, para que se melhore o que não está sendo muito bem recebido pelos jogadores. Perceber as falhas e mudar o que não está bom é o grande segredo para ter um game de sucesso.

transformação digital vem mudando bastante o comportamento do consumidor. Com tantas novidades a cada dia, para prender a atenção da sua audiência é necessário ir além. Utilizando o gamification marketing, esse caminho já se estreita e a relação entre marca e cliente se torna mais próxima. Assim, ele conhece mais sobre a empresa e fica mais envolvido e engajado, o que é fundamental para ter um público que ame a sua marca!

Se você deseja compreender mais sobre esses avanços, veja como a tecnologia é capaz de mudar o relacionamento com seus clientes!

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese