Marketing para empresas de tecnologia: como destacar seu negócio?

Muitas empresas acabam fechando as portas em menos de dois anos de funcionamento. Isso se deve a diversos fatores de risco empresarial, mas há um ponto essencial que muitas vezes é negligenciado. Isso pode afetar o empreendimento, especialmente na área da informação: saber destacar seu negócio usando técnicas de marketing para empresas de tecnologia.

O mercado tecnológico hoje é extremamente acirrado e competitivo. Esse nicho enfrenta uma ampla concorrência e, para alcançar o sucesso, é preciso, além de oferecer um produto e serviço de qualidade, também fazê-lo chegar ao conhecimento do público-alvo e cativá-lo.

Não é à toa que o marketing, especialmente o digital, deixou de ser considerado gasto para se tornar investimento nas empresas. Cada vez mais, é necessário adotar estratégias profissionais, por meio de especialistas qualificados, para conseguir atrair os consumidores.

Pensando nisso, trouxemos para você, empreendedor na área de tecnologia, na sequência desse artigo, as principais estratégias para destacar o seu negócio. Confira!

Inbound marketing

Uma das estratégias de marketing digital que mais encontra resultados nos dias de hoje é o inbound marketing, também conhecido como marketing de relacionamento. Trata-se, em resumo, de uma técnica baseada em cultivar o relacionamento horizontalizado com leads, a fim de guiá-los pela jornada de compras.

O inbound marketing trabalha diretamente na conexão com o público-alvo, especialmente por meio das redes sociais. No nicho tecnológico, o inbound mostra seu valor ao criar um senso de comunidade entre os usuários. Um dos melhores exemplos dessa prática é a Apple, cujos clientes se consideram membros de um grupo seleto e exclusivo.

Mas uma estratégia bem-sucedida de inbound requer o uso de outras técnicas, além de um trabalho profissional de qualidade que saiba conduzir os leads (potenciais clientes que já demonstraram algum nível de interesse) pelos estágios de atração, consideração e conversão do funil de vendas.

Marketing de conteúdo

Se o inbound  marketing tem como objetivo se conectar e nutrir leads, o marketing de conteúdo trabalha na atração, descoberta e aprendizado do potencial cliente. Trata-se de criar conteúdo interessante para as buyers personas e público-alvo, seja em uma postagem de blog, e-books, webinars etc.

Logo, um marketing de conteúdo eficiente é aquele que atrai, informa e engaja os leads, com linguagem apropriada e informações ricas, a fim de gerar tráfego orgânico ainda maior. Aliado às técnicas de SEO, primando pela escaneabilidade, uso correto de palavras-chave e demais ferramentas comuns aos profissionais de marketing, o conteúdo se mostra uma arma poderosa para destacar seu negócio.

Além disso, para as empresas de tecnologia, o marketing de conteúdo tem uma função especial, que é ensinar e demonstrar os tipos de servidores, gadgets, softwares e outros produtos ou serviços que possam disponibilizar. Aliando conteúdo interessante com boas práticas de SEO, o marketing de conteúdo pode alcançar excelentes resultados.

E-mail marketing

Uma das formas mais antigas de marketing digital é o e-mail markerting. Muitas vezes desprezado devido ao uso inadequado, o famoso spam, essa técnica é, na verdade, muito eficaz, quando bem utilizada por quem entende do assunto. O e-mail marketing tem ROI (Retorno Sobre Investimento) alto e consegue engajar bastante os potenciais clientes quando se tomam alguns cuidados simples.

Primeiramente, deve-se evitar o uso de endereço de e-mails muito técnicos ou nitidamente empresariais, dando preferência a algo mais próximo do usuário. As pessoas se sentem mais próximas de um remetente “[email protected]” que de “[email protected]”. O e-mail institucional tem seu momento e função, claro, mas não nos primeiros contatos.

Segundo, deve ser informativo, facilmente escaneável, direcionado e atrativo no conteúdo. O assunto deve chamar a atenção para o texto, com uma diagramação limpa e direta, principalmente quando falamos de empresas de tecnologia.

Marketing de influência

Uma das mais utilizadas e bem-sucedidas estratégias de marketing da atualidade, o marketing de influência baseia-se em utilizar de influenciadores digitais para fazer seu serviço ou produto chegar ao nicho certo de mercado, com a indicação de alguém que tem respaldo nessa comunidade.

Certamente já ouviu falar deles ou de seus canais: são os Instagramers, Youtubers, Musers, Bloguers, pessoas que, por um motivo ou outro, conseguiram angariar e engajar seguidores nas mais diversas áreas como moda, jogos, política, ciências, responsabilidade social, literatura, aconselhamento de vida e, claro, tecnologia.

Para usar essa estratégia, há o caminho de efetivamente contratar um influenciador digital para expor seus produtos ao público dele, validando-o ou enviar a eles seu produto, para que mostrem em seus perfis. É possível, claro, criar situações mais complexas e interessantes no marketing de influência, trabalhando esse nicho específico da redes sociais.

Fluxos de nutrição de leads

O fluxo de nutrição de leads é uma ferramenta comumente utilizada nas estratégias de inbound marketing e e-mail marketing, muitas vezes unindo as duas. É uma técnica voltada a conduzir os leads por toda a jornada de compras, com conteúdos mais rápidos ou mais profundos, disparados por e-mail ou mensagens em um cronograma planejado.

Quer dizer, ele se evidencia por fazer uso da jornada do consumidor em suas várias etapas, quais sejam:

  1. conhecimento e descoberta;
  2. reconhecimento do problema;
  3. proposta de solução;
  4. decisão de compra;
  5. engajamento para fidelização.

Em cada uma dessas etapas, há uma forma específica de trabalhar os leads e conseguir guiá-lo até a conversão final, nutrindo-o e qualificando-o como potencial cliente, além de investir no engajamento e fidelização após a conversão em vendas.

Mídia paga

Em todas as possíveis estratégias de marketing digital, é possível optar pela mídia paga para impulsionar posts nas redes, colocar o site e produtos nos resultados imediatos do Google, patrocinar conteúdos ou usar vídeos promocionais no YouTube.

A mídia paga precisa ser empregada com sabedoria, experiência e conhecimento técnico, ou poderá ser um gasto desmedido e inútil para as empresas. Isso porque ela deve ser utilizada a fim de impulsionar materiais ricos, que possam, por si, gerar tráfego orgânico.

Portanto, o uso da mídia paga pode representar tanto um gasto alto em publicidade com pouco retorno quanto um investimento bem realizado e estratégico, quando feito dentro de uma campanha de marketing profissional e bem estruturada.

Como podemos ver, são muitas as possibilidades de estratégias de marketing para empresas de tecnologia. Hoje, em um mercado tão competitivo, o destaque do seu negócio é o que pode fazer a diferença para o sucesso. Uma agência profissional, com experiência de mercado e qualificação pode ajudar muito nesse caminho!

Ficou interessado? Procure quem tem know-how, expertise e prima pela excelência. Entre em contato conosco!

Comente no Facebook

O que achou do conteúdo? Deixe seu comentário ;)