fbpx
Billey Preloader

Mobile marketing: por que investir nessa tendência?

Mobile marketing: por que investir nessa tendência?

BLOG Mobile marketing por que investir nessa tendência

Já é de conhecimento geral que investir em marketing digital é fundamental para sustentar o crescimento de qualquer empresa, mas você sabe como fazer isso? De acordo com dados recentes, é bom ficar de olho no mobile marketing.

Veja por que essa tendência de comportamento do consumidor não deve ser ignorada.

Por que investir em mobile marketing

Segundo uma pesquisa do IBGE que analisou o comportamento do internauta brasileiro, 92,1% dos acessos à internet em 2015 foram feitos pelo celular. Não é preciso procurar muito para ver diversas pessoas olhando fixamente para as telas de seus smartphones quando estão na rua, em shoppings ou em transportes públicos.

Inclusive, os preços desses aparelhos são bem mais amigáveis ao bolso do consumidor, sem contar o baixo custo de acesso à internet oferecido pelas operadoras de telefonia com seus mais variados planos.

Mas, afinal, o que tudo isso quer dizer? Para as empresas, significa que uma gigantesca parcela do público online consome conteúdo pelo celular, uma tendência que não pode ser ignorada.

1. Mobile friendly

Sabia que o Google exibe resultados diferentes para buscas feitas em dispositivos mobile? Ou seja, o mesmo site que você abre em um computador nem sempre é adaptado para ter um bom desempenho ou usabilidade em dispositivos mobile, que possuem diferentes proporções de tela e especificações técnicas.

É por isso que o Google dá preferência a resultados que sejam “mobile friendly”: sites que se adaptam ou foram criados para ter layout compatível com as proporções de tela de um dispositivo mobile. Outra característica desses sites é que são mais leves, então abrem mais rápido nos dispositivos móveis enquanto gastam menos dados do pacote de internet do usuário.

Mesmo que você seja encontrado pelo público sem um site mobile, provavelmente o usuário fechará a sua página porque ela simplesmente demora muito para carregar ou porque é muito difícil navegar em seu site pelo celular.

2. Aplicativos práticos

Quem é que não gosta de praticidade? Aplicativos facilitam o processo de compra ou simplesmente servem para melhorar a experiência e o relacionamento com o público de alguma forma.

Shoppings por todo o Brasil, por exemplo, trabalham com o pagamento de estacionamento por aplicativo, e isso não acontece por acaso. Afinal, fazer o pagamento sem pegar fila e ainda ganhar um desconto no processo são incentivos que atraem mais pessoas.

Igualmente, e-commerces atraem o consumidor com descontos exclusivos do app, enviando notificações de tempos em tempos com ofertas para o celular do usuário.

Mas não pense que só as empresas que desenvolvem seus próprios apps estão aproveitando essa tendência. Muitos restaurantes conseguiram aumentar o número de pedidos porque se cadastraram em aplicativos como o iFood e o UberEATS, enquanto corretoras de imóvel estão fazendo o mesmo com a ajuda de aplicativos como Zap Imóveis e o VivaReal.

Isso mostra que nem sempre você precisa criar o seu próprio app para atingir determinada parcela do mercado.

3. Redes Sociais

Você já sabe que o Facebook pode usar a geolocalização para exibir anúncios direcionados para usuários de smartphone que estão perto de uma determinada loja? Essa é apenas uma das possibilidades que os dispositivos móveis têm de interagir com as redes sociais.

O Instagram — que em 2016 divulgou ter mais de 35 milhões de contas brasileiras em sua plataforma — só oferece a experiência completa da rede social aos usuários de smartphones. Assim, é uma plataforma perfeita para interagir diretamente com os usuários mobile.

A boa notícia é que você não precisa ter um perfil de sucesso no Instagram para fazer um bom uso da plataforma. O Instagram Stories, recurso mais recente da rede social, permite que o usuário seja redirecionado para outros endereços da internet por meio de anúncios interativos, como uma sequência de fotos ou vídeo.

Uma excelente maneira de direcionar pessoas que já estão no seu celular para a página de download do seu aplicativo ou para aquele site mobile friendly da sua empresa.

Viu como deixar de investir no mobile marketing é o mesmo que não marcar presença nos locais que seu o público frequenta diariamente? Quer mais dicas para não ficar de fora das melhores tendências? Basta nos acompanhar no FacebookYouTubeInstagram e LinkedIn. Até a próxima!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceria