O que sua empresa pode aprender com metodologias de startups?

Um dos principais marcos que a era da informação nos gerou foi a popularização das empresas conhecidas como startups. Esse sucesso não é, de fato, nenhuma surpresa para nós: custos mais baixos, maior controle de processos, repetíveis e escaláveis, mão de obra mais enxuta e produtiva são um dos motivos que mais justificam o investimento no modelo.

No entanto, a compreensão sobre seu conceito está muito limitada. Em grande maioria, as metodologias de startups são interpretadas como um pequeno negócio, ligado à tecnologia e encabeçado por jovens empreendedores. De fato, o rótulo é bastante verdadeiro, mas não é um padrão e pode ser muito mais amplo do que se imagina.

Quando olhamos para grandes negócios, até mesmo com grande tempo de existência, percebemos que esses empreendimentos  também podem se reinventar e usufruir das mesmas particularidades.

Mas o que podemos fazer para adaptar empresas tradicionais a alcançar os mesmos resultados de startups? Neste artigo, responderemos as principais dúvidas sobre o tema para auxiliar você. Confira!

Diferença da visão de startups

Ainda sobre os conceitos relacionados ao que é realmente uma startup, existe uma certa confusão entre empresas pequenas e esse formato. O modelo mais tradicional visa negócios rentáveis a longo prazo, enquanto uma startup estão guiadas pelo crescimento e fontes de rentabilidade que apresentam processos inovadores, escalonados e repetitivos .

Uma startup é originada no momento em que seus investidores reconhecem no mercado alguma necessidade que requer uma solução rápida e que esteja presente em multicanais. A partir desse objetivo, são desenvolvidos mecanismos, serviços, produtos e utilidades que serão responsáveis por atender a demanda, gerando rapidamente retorno do investimento feito.

Além disso, startups são ideias originais que, para serem realizadas, necessitam de investimento financeiro que não está nas mãos das mesmas pessoas que fizeram a identificação de mercado e desenvolveram o novo produto ou serviço. Assim, o modelo societário faz parte da organização. Para empresas que estão iniciando agora, o empreendedor e investidores são as mesmas pessoas.

Principais aprendizados com as metodologias de startups

Por conta dos resultados imediatos, empresas passaram a enxergar nos modelos de startups algumas práticas que, se adaptadas ao seu negócio, podem gerar rapidamente os objetivos para o seu sucesso de mercado.

Listamos alguns dos principais aprendizados que essa metodologia inovadora tem a oferecer. Confira!

Ambiente inovador e criativo

A inovação e criatividade são dois conceitos que definem a imagem de uma startup. Para o seu clima organizacional, a visão não é diferente. Quando até mesmo a infraestrutura do seu negócio estimula esses dois fatores em sua equipe, as chances dos resultados do seu negócio serem alavancados são muito maiores.

Além disso, quando visamos reter talentos, investir no clima organizacional é uma excelente estratégia. Isso acontece por conta das novas gerações se preocuparem bastante com isso. Então, se o local de trabalho deles oferecer o mesmo conforto que suas casas, esses profissionais se tornam mais engajados à camisa que eles representam.

Foco em produtos específicos

Um dos principais problemas vistos em empresas tradicionais são diversas linhas de produtos oferecidos. Apesar de parecer um ponto positivo para atrair consumidores, a realidade é bem diferente.

Segundo os conceitos de marketing, o cliente espera já encontrar o produto para sua necessidade e, quando é oferecido diversas opções, a indecisão pode acarretar a desistência de uma compra. Além disso, grandes estoques para suprir esse extenso mix de produtos é um grande prejuízo: afinal, produto parado é dinheiro parado!

Renovação de tecnologias

Assim como empresas mais antigas, geralmente, seus processos e ferramentas estão acompanhados desde os primórdios da sua existência. Como o foco de startups é justamente a inovação, ter mecanismos ultrapassados não faz jus ao foco do negócio. Buscar sempre novas tecnologias deve fazer parte da rotina, até mesmo porque, rapidamente, elas podem se tornar obsoletos ao sucesso da empresa.

Além disso, já pensou como ferramentas antigas podem se tornar um grande peso no orçamento? A atualização delas de início aparenta ser um grande investimento, mas olhando para longo prazo, esse valor é muito pequeno em comparação ao que é gasto hoje em dia.

Visualização e valorização do crescimento

Como mencionamos, um dos principais motivos de sucesso de startups é o crescimento rápido e imediato. Assim, é muito importante que uma empresa analise seus dados constantemente e não somente em um momento. Dependendo do alcance encontrado, é possível gerenciar as estratégias e modificá-las para voltar ao caminho positivo sem que seja feito grandes custos para isso.

Eliminação da estrutura organizacional em pirâmides

A estrutura de hierarquia de cargos que faz parte do modelo atual de empresas é uma realidade bem distante de startups. Os fundadores desse tipo de negócio enxergaram que a diferenciação de cargos não trazia resultados positivos, e sim a igualdade entre todos para atingir o mesmo objetivo.

Essa visão também trouxe voz aos funcionários, podendo expor ideias, discussões e sugestões que tendem reinventar os processos e até mesmo o produto final para seu consumidor. Nesse momento, toda ideia, seja boa ou ruim, é de grande valor para sua empresa.

Simplicidade em processos

Por conta da velocidade que é esperada no crescimento de startups, não faz sentido algum que os processos sejam burocráticos e de difícil resolutiva. Assim, uma grande lição que podemos aprender e contextualizar em empresas é não ficar preso a decisões que exigem muito tempo do empreendedor, dos colaboradores e até mesmo de orçamento.

Outro ponto que atrapalha muito as empresas são as grandes quantidades de reuniões. Entenda: existe sim o planejamento em startups, no entanto, as ações são tomadas em velocidade extrema e, pelo acompanhamento em tempo real, podemos reestruturar facilmente todas as decisões.

Independentemente do tamanho da sua empresa, as metodologias de startups têm muito a nos ensinar. Hoje, o consumidor está em constante mudança, seus hábitos não são os mesmos. Assim, uma empresa que não acompanha essa evolução pode dar uma grande razão para o próprio fechamento.

Gostou deste conteúdo? Para saber o que você pode fazer para a sua empresa ser bem-vista e desejada no mercado, confira 4 ações indispensáveis para uma marca ser amada pelo público!

Comente no Facebook

O que achou do conteúdo? Deixe seu comentário ;)