fbpx
Billey Preloader

#SoulPenzer – Adenilton Mendonça – Ton (COO)

#SoulPenzer – Adenilton Mendonça – Ton (COO)

SoulPenzer - Adenilton

Adenilton Mendonça, o vulgo Ton, é nosso COO e cofundador da Penze. Com formação técnica em informática a mais de 10 anos, já trabalhou em diversas áreas em diferentes empresas. Se considera um verdadeiro “pau para toda obra”; seu lema é: “missão dada é missão cumprida” (“mulekão responsa”) rs.
Na Penze, ele é responsável por cuidar das Operações Internas, Financeiras e Departamento Comercial, ajudando no dia a dia da equipe e no bem estar de todos (“tiozão coruja” por natureza).
É apaixonado por futebol, sempre foi 10 e faixa em seus times da infância (é o que ele diz pra gente) rs. Entusiasta de jogos onlines e mestre no ping pong (#desumilde), a sua maior paixão são seus 4 sobrinhos, futuros Penzers!.
“Pra eu falar sobre ser um Penzer, primeiro preciso contar como eu cheguei até aqui rapidamente. Rs

Eu estava morando em Presidente Prudente a mais de 8 anos, mas minha família sempre foi da região de Assis-SP, mais precisamente de Maracaí, então decidi voltar. Mas para isso precisava arrumar um trabalho na minha área, foi onde eu procurei sobre vagas na área de T.I em Assis, onde surgiu esse anúncio: goo.gl/n0mq3c
Sim, eu tenho salvo o link, pois foi um dia muito importante na minha vida. Foram 4 fases no processo seletivo, até que consegui conquistar a vaga. Meu primeiro dia de trabalho foi em um sábado, 22/02/2014; cheguei às 8:00 da manhã e saí às 16:00 da tarde. Já mandei bem no primeiro dia fazendo hora extra! rs . Bem após 1 semana de convivência com nosso CEO, ouvindo ele dizer “que a Penze iria ajudar a mudar os negócios locais, usando a tecnologia”

Cheguei na seguinte conclusão: “esse cara é louco, o que vai ser de mim e da “firma” com essas maluquices?”. Passando 2 semanas, nos tornamos parceiros do Google no interior e revendedores autorizados, coisa que no raio de 200 KM não tinha. Daqui pra frente as coisas começaram a acontecer, estávamos com muitos projetos na área de T.I, mas infelizmente esse segmento de manutenção e consultoria é difícil; com 5 meses de trabalho eu estava com o salário atrasado, mas bem após esse tempo todo trabalhando mais de 8 horas por dia, dividindo as alegrias e tristezas, a nossa relação já era mais pessoal do que profissional. Sou extremamente grato a esse cara louco pelos conselhos, confiança e ensinamentos; literalmente ele mudou a minha vida e os valores de muita coisa. O dinheiro já não me importava mais, pois aquele sonho de tornar a Penze uma grande empresa, representar nossa cidade local e poder ajudar nossa sociedade por meio da tecnologia e relações, se tornou o meu também. Em novembro de 2014, com a empresa focada em t.i., a gente quebrou.

Foi onde surgiu a necessidade de procurar uma solução, pois estávamos cheios de dívidas, sem dinheiro, nosso almoço era pão com mortadela, porque ficava mais barato e sobrava para o período da tarde! “Vendia o almoço para pagar janta”. Então o “cara maluco” veio com uns papos de marketing digital, que poderia tornar isso um serviço, que ele estava lendo uns livros e artigos, então veio a ideia de a gente procurar alguém que tinha conhecimento em design e propaganda, após uma palestra em uma faculdade local, FEMA, surgiu uma pessoa chamada Matheus Toledo, que vocês já devem conhecer. Mathias, hoje um grande amigo meu e um Penzer, foi fundamental nessa transição. Nosso primeiro contrato de marketing digital tinha o valor da mensalidade de R$ 130,00. Naquele período esse valor era muito bom, pois já dava pra pagar uma energia ou a conta mais atrasada de telefone. Tempos difíceis (tenso, guys).

A partir daí, começamos a estudar mais sobre o assunto e buscar as melhores ferramentas para auxiliar nos projetos; com um produto novo no mercado, vieram mais clientes interessados e, com isso, a necessidade de buscar mais profissionais. O caminho foi longo até chegarmos aqui, o que pra mim é apenas o começo de onde podemos chegar juntos.

Agora posso falar pra vocês o que é ser um PENZER pra mim. É compartilhar dos mesmos sonhos, das mesmas conquistas e dos mesmos erros, é aprender a dar valor nas mínimas coisas, como uma parede pintada (coisa que a gente só conseguiu depois de 3 anos), é dar valor nas oportunidades que a vida nos oferece, (digo sempre a todos que não é a gente que escolhe a Penze, é a Penze que nos escolhe). Todo Penzer entrou no momento certo, como se fosse um quebra-cabeça, onde falta aquela peça pra dar sentido. Ser Penzer é pensar sempre em nós, aqui não tem espaço para o “eu”, somos fortes pela união (“se quiser ir mais rápido, vá sozinho, se quiser ir mais longe, vá em bando” – vi essa frase no filme “Uma Mentira Boa”; por sinal, chorei – #quehomãodapega). Assim como a vida me deu a oportunidade de estar aqui, de construir uma história ao lado dessa galera sensacional, ela me deu a oportunidade de reescrever a história da minha vida. Hoje a Penze é meu projeto de vida, é um legado que eu quero deixar para outras pessoas, para os Penzers, e que seja um orgulho para minha família o resultado dos meus esforços e dedicação. Afinal, a maior motivação dos meus dias é fazer o bem às pessoas que eu amo. Eu sei que vamos chegar lá, que temos muito trabalho pela frente, mas ao lado de vocês as coisas ficam mais fáceis. Gratidão a todos, em especial à minha família, minha linda mãezona que sempre acreditou e orou pela gente. A Deus, por estar abrindo portas nos momentos certos e a nossos amigos e clientes, que confiam em nossa capacidade e nos motivam cada vez mais a sermos melhores” (#emocionei).

Obrigado, guys! <3

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceria