Você sabe o que é o Design Sprint?

Se testar ideias de marketing já foi um luxo possível apenas para grandes organizações, hoje, a tecnologia tornou tudo muito mais simples. O Design Sprint, por exemplo, objeto deste artigo, é uma ferramenta poderosa para colocar hipóteses em prática e testá-las rapidamente.

Como você vai ver, trata-se de uma metodologia que enxuga diversos procedimentos e transforma tarefas complexas em ações simples e muito bem-orientadas. O resultado é uma enorme economia de tempo e, muitas vezes, também de dinheiro.

Leia até o fim e saiba o que é Design Sprint, quais são suas origens e como utilizá-lo para incentivar a cultura da inovação, aplicando a maneira de pensar do design na criação de produtos, serviços e solução de problemas!

O que é Design Sprint

Consiste em uma metodologia que possibilita materializar uma ideia em tempo recorde. O nome se relaciona ao fato de que a participação do design e da prototipagem são fundamentais para o Design Sprint ser bem-sucedido.

Segundo esse método, em apenas 40 horas é possível passar por todas as etapas de validação de um produto ou serviço, dividindo-as pelos dias da semana. Veja abaixo como é feita essa divisão:

  • segunda-feira — levantamento de problemas e brainstorming;
  • terça-feira — rascunho de ideias e possíveis soluções;
  • quarta-feira — decisão sobre o que fazer;
  • quinta-feira — prototipagem das ideias;
  • sexta-feira — testes com usuários.

O Design Sprint acelera o processo criativo, torna-o incrivelmente direcionado e dá um salto de produtividade em empresas que precisam implementar soluções rápidas e com pouca margem para erros.

Como o Design Sprint surgiu

A responsável pela criação desse tipo de prototipagem é a Google, de modo que você também vai ver o método sendo chamado de Google Design Sprint.

Ele foi aplicado em projetos experimentais da Google Ventures, segmento da gigante do Vale do Silício cuja atribuição é testar ideias e experimentar produtos e serviços que podem vir a ser oferecidos pela Google a seus usuários no futuro.

Quais são as diferenças entre Design Sprint e Design Thinking

Se você sabe o que é Design Thinking, provavelmente notou as semelhanças dele com o Design Sprint. De certa forma, podemos dizer que o Sprint é uma maneira prática de aplicar o Design Thinking, dividindo-o entre os dias da semana.

Ou seja, praticar o Design Sprint é utilizar a teoria do Design Thinking — dividindo-a de forma organizada pelo período de 5 dias ou 40 horas —, otimizando as etapas necessárias para sair de um problema e chegar ao teste de soluções.

Em diversas áreas, a aplicação de teorias do design tem facilitado processos criativos e respostas aos problemas, mesmo que eles não tenham a ver com o trabalho de designers propriamente.

Aplicando o Design Sprint no dia a dia do seu setor, você vai acelerar processos criativos e encontrar, em poucos dias, respostas para questões que pareciam insolúveis. Isto é, ele pode economizar tempo e aumentar a produtividade do seu time!

O Design Sprint e o Design Thinking se inserem em um contexto mais amplo de transformação das empresas pela tecnologia. Baixe o nosso eBook sobre transformação digital para entender melhor esse processo! 

Comente no Facebook

O que achou do conteúdo? Deixe seu comentário ;)