Saiba quais são as abordagens para cada tipo de lead

A segmentação é um fator essencial para direcionar as estratégias de conteúdo e vendas para cada estágio do funil de vendas. Dessa forma, conhecer os tipos de leads para gerenciá-los da maneira correta é fundamental para colher resultados positivos a médio e longo prazos.

Os leads são clientes em potencial e nem sempre estão no mesmo estágio da jornada de compra. Nesse contexto, saber diferenciá-los e adotar diferentes estratégias aumentam as oportunidades de negócio. Portanto, definir como cada prospect funciona para entregar conteúdos na medida aumenta as possibilidades de sucesso da estratégia.

Para não cometer erros na administração dos seus leads, conheça os tipos e as suas principais características para abordá-los do jeito certo. Acompanhe e boa leitura!

Seeds

Os leads do tipo seeds (sementes, em português) são aqueles semeados gradualmente por meio de um trabalho contínuo. Muitas vezes, eles chegam até a marca por meio de outros clientes satisfeitos, que indicam o produto ou serviço fornecido pela empresa. Os seeds representam uma boa taxa de conversão quando são resultado de uma estratégia de marketing bem-executada.

Esse lead é um desafio para a equipe de marketing, pois precisa ser nutrido com conteúdos até que se consiga a sua conversão e ele finalmente se torne cliente. Ele é resultado de uma relação construída aos poucos e que, portanto, pode levar certo tempo para que seja conquistado. Nesse caso, é preciso ter paciência com os seeds.

Nets

Leads net (rede) são conquistados por métodos mais clássicos de marketing, entre os quais estão os já conhecidos e-mail marketing e adwords. Dessa forma, o contato é mais direto, e o inbound marketing e a publicidade funcionam muito bem para atraí-los. Para ter melhores resultados, a estratégia deve permear diversos canais e meios de comunicação, principalmente nas redes sociais.

Um aspecto a se considerar para gerar leads desse tipo é que ele vem em grande volume, mas a sua taxa de conversão não costuma ser alta. No entanto, quando são convertidos, eles demonstram um bom engajamento. São gerados por meio de buscas orgânicas, recomendações de clientes satisfeitos e publicações especializadas.

Spears

Diferentemente dos leads anteriores, os spears (lança) são obtidos por meio do outbound marketing. Ou seja, eles precisam ser “caçados” de acordo com o perfil de cliente ideal definido pela empresa. A estratégia adotada é a de venda direta, em que não há a necessidade de construir um relacionamento utilizando muitos conteúdos.

Entretanto, é preciso focar em um segmento e iniciar a busca por informações de contatos desses leads. Trata-se de uma estratégia que deve ser bem planejada de modo que se jogue essa “lança” no momento certo, assim, alcance os resultados esperados e garanta a conversão.

Nesse contexto com vários tipos de leads, planejar separadamente estratégias para cada um deles é essencial. O uso de ferramentas de inbound marketing é outro fator fundamental, pois elas auxiliam nos processos, como o e-mail marketing e marketing de conteúdo. Desse modo, eles serão nutridos de acordo com suas necessidades, e você conseguirá potencializar os resultados, obtendo mais sucesso.

Para entender mais sobre a geração de leads e os impactos no seu negócio, confira como utilizar o marketing digital para esse propósito!

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese